Autora de 'Bridgerton'

faria algo de diferente se vivesse
 na época do enredo?

Julia Quinn escreveu a série de livros que inspirou o
sucesso da Netflix

Família Bridgerton

A série Bridgerton, sucesso da Netflix, chamou atenção dos
assinantes ao mostrar os entrelaços da família Bridgerton
durante o período da Regência Britânica na alta sociedade do
Reino Unido, na época composto apenas pela Grã-Bretanha
e Irlanda.

Ficcional

Ficcional, a obra foi inspirada na série de livros 'Os
Bridgertons', escrita pela britânica Julia Quinn. Apesar de
ser uma obra fantasiosa, a autora teve de entrar a fundo
na história.

Alta sociedade

Apesar de enaltecer uma época distinta da modernidade,
a alta sociedade caracterizada em Bridgerton cativa o
público, levando a curiosidades sobre a interferência da
autora na história da época com o enredo.

Diferente?

Contudo, em uma entrevista ao Tilt, portal de entretenimento
no UOL, Quinn foi indagada o que faria de diferente se
estivesse viva na época de sua série.

Defensora da ciência

“Em primeiro lugar, eu nunca escolheria viver naquela época.
Como uma grande defensora da ciência e da medicina moderna,
não gostaria de viver na época anterior aos antibióticos e
vacinas. Também ficaria extremamente brava por não poder
votar, escolher meu próprio marido ou estudar na
universidade. Então, acho que eu mudaria quase tudo”, revelou.

TEXTO: Thiago Lincolins
REVISÃO: Thiago Lincolins
EDIÇÃO: CAROLINE DUARTE
SUPERVISÃO: VITOR BALCIUNAS 
FOTOS: Divulgação/Netflix