Os relatos de vizinhos de Margarida Bonetti

sobre a empregada doméstica 

‘A Mulher da Casa Abandonada’, como também ficou conhecida, é acusada de ter mantido empregada em condições análogas à escravidão

Viral

Após a viralização do podcast ‘A Mulher da Casa Abandonada’, do jornalista Chico Felitti, a história de Margarida Bonetti gerou revolta e passou a chamar cada vez mais a atenção do público. Afinal, ela é procurada pelo FBI há cerca de duas décadas. 

Nos EUA

No final dos anos 1970, Margarida casou-se com Renê Bonetti e os dois foram morar nos Estados Unidos. Na época, como ‘presente’, eles levaram uma empregada doméstica, brasileira e analfabeta. 

 O sumiço

Nos anos 2000, porém, descobriu-se que a mulher vivia em condições análogas à escravidão, e o casal passou a ser investigado pelo crime; Renê foi condenado e chegou a ser preso, mas Margarida fugiu para o Brasil antes de ser julgada. Ela passou a viver no bairro de Higienópolis. 

Relatos

Em matéria exibida pelo Fantástico, a repórter Giuliana Girardi conversou com antigos vizinhos de Margarida, que relataram os horrores: “Ela morava num porão, não tinha condições sanitárias, estava praticamente reclusa ali embaixo”, disse um vizinho. 

Geladeiras

“Nós não acreditamos no que ela falava, então fomos lá, dentro da casa, na cozinha, ela tinha duas geladeiras lado a lado. Uma delas tinha uma corrente e um cadeado, impressionante. A outra era dela. Só tinha lá dentro arroz e feijão, é impressionante”, completa. 

TEXTO: Fabio PRevidelli
REVISÃO: Fabio Previdelli
EDIÇÃO: MARCOS SOUZA
SUPERVISÃO: VITOR BALCIUNAS 
Créditos: Reprodução/Redes Sociais