cláusula contratual
em shows

Segregação fez Beatles
incluírem uma

Em 1964, a banda não aceitou o segregacionismo na plateia
de um show em Jacksonville

Segregação racial

Foram necessárias décadas de luta por uma sociedade
igualitária para que o então presidente dos Estados Unidos,
Lyndon B. Johnson, assinasse a Lei dos Direitos Civis em 2 de
julho de 1964. Entretanto, as mudanças não foram imediatas

Show dos Beatles

Algumas pessoas se recusavam a aceitar o fim da segregação
no país, o que se espalhou em estabelecimentos, e inclusive, em
um show dos Beatles, marcado para 11 de setembro de 1964

Tour nos EUA

Com a explosão da beatlemania, os músicos marcaram sua
primeira turnê nos Estados Unidos. O que eles não esperavam
era que a plateia do show, que aconteceria no estádio Gator
Bowl, na cidade de Jacksonville, na Flórida, estaria segregada

Exigência dos músicos

Foi então que a banda se negou a subir no palco. Eles estavam
dispostos até mesmo a cancelar o show caso negros não
pudessem assistir ao show de qualquer lugar do estádio

Audiência unificada

As autoridades perceberam que eles não cederiam e permitiram
um público misto. Somente assim, os Beatles decidiram entrar
para finalmente fazer o show. Assim, a banda passou a incluir
uma cláusula de contrato exigindo públicos integrados

TEXTO: Isabela Barreiros
REVISÃO: Wallacy Ferrari
EDIÇÃO: CAROLINE DUARTE
SUPERVISÃO: VITOR BALCIUNAS 
FOTOS: Getty Images / Wikimedia Commons /
YouTube/The Beatles